O luto, será que você sabe o que ?

O que é o LUTO?

Será que você sabe o que é o luto? você saberia identificar?

Sentimentos como tristeza, desânimo, culpa, raiva, medo, ansiedade, dificuldade para dormir, acordar ou se concentrar, desinteresse pelas coisas cotidianas, choro repentino, falta de apetite ou comer em excesso, insegurança, pensamento recorrente a situação acontecida, são característicos ao luto – e podem se transformar em um problema mais grave, quando se tornam intoleráveis, provocando muito sofrimento e um excesso de mal-estar na pessoa enlutada. No entanto, o processo de luto também se dá por outros motivos como uma separação, pela perda do animal de estimação, por diagnósticos de doença, quando a estabilidade física é ameaçada ou em casos onde o corpo foi realmente afetado por algum tipo de intervenção, como a perda de um membro, cicatrizes, etc.

Chamamos de luto a um estado emocional específico, que se inicia pela ameaça ou rompimento de um vínculo de amor e se caracteriza como um período de enfrentamento da dor da perda.

É importante colocar que o luto é um processo individual e singular, isto é, somente quem passa por uma situação de perda pode avaliar o que ela significa e o quanto dói em si. O processo de luto é composto por vários sentimentos que se misturam e intercalam de forma pouco organizada, podendo provocar instabilidade emocional, cognitiva e orgânica de quem passa pelo processo. Algumas pessoas conseguem enfrentar sozinhas a tristeza da perda, contando com a ajuda de familiares, amigos, fé; já outras, além disto, precisam também de ajuda especializada como a de um psicólogo/a, e isto não errado, nem feio e, muito menos, sinal de fraqueza.

Encontrar um espaço adequado para falar dos sentimentos é um investimento que pode trazer alívio para a dor e ânimo para seguir a diante, para recomeçar ou para mudar o rumo frente aquilo que está causando sofrimento. Além disto, o luto também pode acontecer, quando uma pessoa perde seu emprego ou vive uma falência financeira, tendo sua vida modificada e planos futuros ameaçados. Frequentemente associamos o luto à morte de alguém a quem se ama, pois, a morte é o rompimento mais definitivo de um laço de amor que podemos viver. Buscar ajuda psicológica para enfrentar as dores emocionais pode ser um indicativo de força, de vontade de não sucumbir a dor e de não se conformar diante de um sofrimento, que pode paralisar e desestruturar a vida.

Será que você sabe o que é o luto? você saberia identificar?

Principais fases do luto

O processo de luto é muito diferente de uma pessoa para a outra e, dessa forma, existem várias maneiras de expressar os sentimentos que a morte e a perda podem causar. No entanto, é comum que o processo de luto esteja dividido em 5 fases:

1. Negação e isolamento

Ao receber a notícia de que se perdeu algo ou alguém com quem se tinha uma ligação muito forte, é muito possível que, numa primeira fase, a pessoa não acredite na notícia, sendo possível observar uma reação de negação.

Esta reação pode ainda ser acompanhada de um afastamento das outras pessoas, que geralmente serve para ajudar a aliviar a dor e outros efeitos negativos que este tipo de notícia traz.

2. Raiva

Na segunda fase, após a pessoa ter negado o acontecimento, é frequente que surjam sentimentos de raiva, que podem ser acompanhados de outros sinais como choro constante e aborrecimento fácil, mesmo com amigos e família. Pode ainda existir inquietação e ansiedade.

3. Barganha

Após passar pelos sentimentos de raiva e indignação, é normal que a pessoa continue com uma certa dificuldade para aceitar a realidade e, por isso, pode tentar chegar a um acordo para sair da situação que está vivendo. Nesta fase, a pessoa pode até tentar fazer um acordo com Deus, para que tudo volte a ser como era antes.

Este tipo de barganha varia de pessoa para a pessoa e, muitas vezes, é algo que se faz de forma inconsciente, a menos que se esteja fazendo acompanhamento com um psicólogo ou psiquiatra.

4. Depressão

Durante esta fase a pessoa entra no processo de se acostumar com a situação e, por isso, podem existir sentimentos de fragilidade, insegurança, mágoa e nostalgia.

É nesta fase que a pessoa começa a ter maior noção da realidade e de que, o que aconteceu, não pode ser resolvido. É também nesta fase que se recomenda o acompanhamento com um psicólogo para ajudar na adaptação à nova realidade, de forma a entrar na última fase do luto.

5. Aceitação

Esta é a fase final do processo de luto, em que a pessoa começa a recuperar os hábitos que tinha antes do acontecimento que causou a perda, retomando sua rotina diária normal. É a partir desta fase que a pessoa também passa a estar mais disponível para as relações sociais com amigos e família.

Será que você sabe o que é o luto? você saberia identificar?

Como superar o processo de luto

Rodeie-se de entes queridos: passar tempo com as pessoas que se gosta e que têm histórias em comum para compartilhar, facilita o processo de luto, especialmente se estiverem relacionadas com a pessoa, animal ou o objeto que se perdeu.

Além destas estratégias, é sempre uma boa opção consultar um especialista, como um psicólogo ou psiquiatra, que poderá avaliar o caso e sugerir outras opções para ajudar a superar melhor o processo de luto. deve-se evitar procurar outras formas de ocupar o tempo e a mente, já que evitar pensar na situação, usando o trabalho ou a prática de exercício físico, por exemplo, pode acabar atrasando o processo de luto e prolongando o sofrimento; Expresse o que sente: não é recomendável inibir emoções e sentimentos durante o processo de luto e, por isso, é recomendável expressar o que se está sentindo.

A perda de um ente querido é um evento que acontece na vida de quase todas as pessoas e que é acompanhado de muitas emoções e sentimentos. Nestes grupos, várias pessoas que estão passando por situações semelhantes falam sobre o que estão sentindo e a sua experiência pode ajudar os outros; Não deve existir vergonha ou medo para chorar, gritar ou falar com outras pessoas próximas ou um psicólogo ou psiquiatra, por exemplo; O importante é que cada pessoa viva o processo no seu ritmo, sem se sentir pressionada; Algumas estratégias que podem ajudar durante o processo são essas.

Será que você sabe o que é o luto? você saberia identificar?

Veja essa Aula Completa Sobre o luto que faz parte do nosso Curso Gratuito de Psicanálise

Gostou desse Artigo ?

Quer saber Mais sobre Psicanálise ?

Já Pensou em fazer o Curso Gratuito de Psicanálise Clínica com Certificado ?

 
Nosso Curso de Psicanálise Gratuito é formado por um Grupo Privado de Psicanalistas e Alunos Voltados para o atendimento GRATUITO de pessoas que Precisam de Ajuda por estarem com Sintomas e Transtornos Emocionais, com Problemas ligados a Depressão, Suicídio, Ansiedade.
Nossa Missão é AJUDAR 100 MIL PESSOAS nós Próximos 365 DIAS, Que estejam passando por VÍCIOS, SOLIDÃO, VONTADE DE SE MATAR, SE VONTADE DE VIVER, entre outras..
 
Queremos te dar Ferramentas para que Você possa MUDAR A VIDA de UMA PESSOA que Sofre com esse tipo de Problemas, Isso tudo de Forma GRATUITA !

Cadastre-se e Receba Agora em seu Email nosso CURSO GRATUITO de PSICANÁLISE com CERTIFICADO

Deixar uma resposta

Fale Conosco
Tire Suas Dúvidas Agora !
Olá, Bem vindo ao Humaniza, para falar com alguém do nosso time e tirar suas dúvidas e só clicar em fale conosco..